Uma ação do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), resultará na doação de brinquedos para crianças de comunidades carentes da cidade de Pedreiras.

Os 250 brinquedos lúdicos, que serão doados em comemoração ao ‘Dia das Crianças’, foram fabricados artesanalmente por 8 internos e 3 internas, da Unidade Prisional de Ressocialização de Pedreiras.

A iniciativa faz parte de uma das ações de ressocialização da Seap, onde os custodiados participam de atividades produtivas, que ensinam, dão valor social, e também garantem a profissionalização às Pessoas Privadas de Liberdade (PPL’s) do sistema prisional do Maranhão.

O secretário da Seap, Murilo Andrade, falou sobre o papel social que o projeto representa para os detentos. “Essa doação, no Dia das Crianças, faz com que as pessoas que estão dentro de um presídio tenham a oportunidade de sentir valorizadas ao realizarem uma boa ação para a sociedade”, disse.

A produção dos brinquedos foi realizada em uma oficina de marcenaria da unidade. No local, 8 internos produziram os brinquedos em madeira pinho. Todo o projeto para a confecção de carrinhos e aviões teve a participação da assistente social da UPR de Pedreiras, que acompanha a desenvoltura dos custodiados no projeto. A fabricação vai desde o molde dos brinquedos, corte das peças, montagem e embalagem das lembranças.

As 3 internas assumiram a produção das bonecas. O trabalho é desenvolvido através da oficina de artesanato. O brinquedo é montado com material reciclável, com o uso de uma garrafa pet, e as roupas são pensadas e decoradas por elas.

As crianças que serão beneficiadas moram na comunidade carente Barriguda do Insono, que fica nas proximidades da própria unidade. A doação também beneficiará os filhos dos internos que participaram da produção dos brinquedos. Além dos presentes, as crianças serão contempladas com um lanche coletivo, que será doado através de parcerias.

Trabalho com dignidade

Na UPR de Pedreiras, 7 internos também participam de um projeto para a criação de 300 máquinas para a fabricação de vassouras ecológicas com o uso de garrafas pet. A iniciativa da Seap busca oportunizar mão de obra qualificada aos internos; em contrapartida, catadores de materiais recicláveis serão beneficiados com as máquinas.