O candidato à prefeito de São João do Paraíso, Beto Regis do Partido Comunista Brasileiro (PCdoB), é acusado de usar o seu poder político para influenciar e perseguir opositores em São João do Paraíso.

Moradores do município, relatam que estão fazendo denúncias sobre compra de votos por partes de aliados da atual gestão, porém segundo eles, nada está sendo feito.

Ainda de acordo com a denúncia, eleitores e aliados do candidato à prefeito pelo PDT, Marcos Vinícius, estão sendo duramente perseguidos.

Na última sexta-feira (13), Marcos Vinícius foi acordado com homens da Polícia Civil em uma operação simultânea na sua residência e fazenda. Tudo isso ocorreu, logo após a realização de uma grande evento político, que contou com uma multidão declarando apoio à Marcos Vinícius.

A operação resultou apenas na apreensão de documentos e duas espingardas de caça na sua propriedade rural. Fato esse que revoltou a população do pequeno município, já que nunca na história de São João do Paraíso, ocorreu tanta perseguição política e até mortes durante uma campanha política.