Foi preso neste sábado (16), em Goiana no Pernambuco, Wanderson Ferreira de Almeida e Daiane da Silva Almeida, principais suspeitos de sequestrar e matar o empresário,  Francisco Adelino Rete, conhecido como “Chico Paraná, morador de Balsas (MA). A ação policial que resultou na prisão do suspeito aconteceu em parceria entre as Polícias Civis do Pernambuco e Maranhão.

Wanderson estava foragido desde a época do crime e Daiane beneficiada por uma decisão judicial, acabou fugindo e foi ao encontro do seu parceiro, o que facilitou o trabalho da polícia para encontrar Wanderson.

“Chico Paraná” desapareceu em 18 de junho de 2019, mas a polícia só tomou conhecimento do caso nove dias depois, quando a família percebeu que havia algo de errado. O empresário chegou a entrar em contato com a família pedindo ajuda financeira para um tratamento de saúde.

De acordo com as investigações, o empresário foi sequestrado pela ex-companheira, Daiane Almeida e pelo companheiro, o mecânico Wanderson Ferreira de Almeida.

Na cidade onde o casal foi preso, eles estavam levando uma vida normal, Wanderson já tinha aberto até mesmo uma pequena oficina. No momento da prisão eles portavam os próprios documentos originais e não apresentaram resistência. O casal deve ser transferido para Balsas onde ficarão a disposição da justiça.