O médico e deputado estadual, Leonardo Sá, acusou o prefeito do município de Pinheiro, Luciano Genésio, de ter falsificado o resultado de um exame para coronavírus (Covid-19).

De acordo com deputado, o gestor teria falsificado o teste para justificar um vídeo, onde Luciano, aparece em uma mesa de bar, disseminando o vírus pela cidade.

O deputado afirma em uma publicação nas redes sociais que teria encontrado erros no resultado do exame de Luciano. Confira abaixo o comunicado de Leonardo Sá.

COMUNICADO OFICIAL
.
Boa noite amigos

O Prefeito de Pinheiro-MA, Luciano Genésio, está mentindo à população pinheirense. Esse exame divulgado por ele, neste domingo (10), tem grande possibilidade de falsificação. Entendam o caso, para justificar o vídeo em que ele aparece em mesa de bar disseminando o vírus na cidade, ele falsificou um exame e disse que está curado. O exame de quem está curado seria IGG positivo e IGM negativo, ao contrário de IGG negativo e IGM negativo, conforme divulgado. Este resultado desta forma, não signigica cura e sim que o cidadão ou falsificou ou nunca esteve contaminado por Coronavírus (COVID-19), uma vez que divulgou testar positivo sem apresentar publicamente o resultado do teste. Isto mostra claramente que este cidadão comete um crime contra a saúde da população e deve ser afastado do cargo. Ingressaremos com uma Ação Popular no Ministério Público, e denunciaremos a profissional que assina o exame no Conselho Regional de Farmácia, para que ela explique em que condições foram feitas o exame, insidindo em crime de falsificação ideológica, diante de uma situação tão grave. Uma vez que, o prefeito de Pinheiro, lançou um exame falso em suas próprias redes sociais oficias. Se este resultado for verdadeiro, demontra que nunca esteve infectado, portanto mentiu para a população. Se for falso, significa que estava em público contaminando o povo.

Dr. Leonardo Sá
Deputado Estadual