A noite de balada e diversão para muita gente que parece ter esquecido que estamos numa pandemia foi frustrada e a fiscalização conjunta de várias secretarias municipais acabou com a festa, na madrugada de hoje (15), em uma casa de shows em Imperatriz, localizada na avenida Pedro Neiva de Santana.

Segundo o secretário de governo, Eduardo Soares, a casa estava com 100% de lotação. O último decreto editado pela prefeitura permite o funcionamento de bares, restaurantes e similares com até 60% da capacidade, mas respeitando o distanciamento mínimo de 2 metros entre as mesas. Vídeos gravados durante a ação das equipes de fiscalização mostram a aglomeração no local e o público esvaziando a casa, com o estabelecimento interditado.

“Foi um longo período de educação preventiva das equipes, da Vigilância Sanitária, Planejamento Urbano, Meio Ambiente, Defesa Civil, Guarda Municipal, Procon, com apoio também da PM, nosso trabalho é conjunto e nossa prioridade é a prevenção, mas infelizmente, às vezes, temos que chegar a esse ponto. O que mais tem ocorrido é a falta do distanciamento de mesas e quantidade da lotação ultrapassando os 60%“, destacou o secretário.

As apresentações dos artistas locais também estão liberadas por decreto municipal, mas obedecendo pré-requisitos de segurança principalmente de distanciamento e sem espaço de dança para o público, o que vem sendo desrespeitado em muitas casas de eventos de Imperatriz.

“Também é vedado no decreto o uso da pista de dança. As bandas locais e os artistas locais pode se apresentar, estão autorizados por decreto, mas eles – deveriam fazer de alguma forma evitando a aglomeração, porque no ambiente de bar, quando as pessoas se juntam para dançar, e sem máscara, aumenta o risco de contaminação, por isso é vedado no decreto a pista de dança ”, enfatizou Eduardo Soares, que coordena as equipes de fiscalização.