A Polícia Rodoviária Federal (PRF), subordinada ao ministro Sergio Moro, foi às estradas do Maranhão na segunda (23) para tentar abrir passagem a ônibus que vinham de outros estados. A PM do estado, no entanto, manteve os bloqueios, determinados pelo governador Flávio Dino (PCdoB-MA).

Dino foi avisado assim que a PRF apareceu nos bloqueios, nas fronteiras com o Piauí e o Pará. “Meu decreto está valendo”, disse Dino, mandando a PM ficar onde estava. Caminhões com carga e veículos de passeios tem passagem livre.

Outra das maiores dificuldades enfrentadas pelo Maranhão, que até nesta terça-feira (22) tem oito casos confirmados de coronavírus,  é o surto do H1N1.

Governadores de pelo menos outros seis estados decidiram, por meios próprios, tomar medidas de isolamento no enfrentamento ao coronavírus. O objetivo é impedir ou dificultar a entrada de pessoas que venham de lugares em que a transmissão já se alastrou.