Na última quinta-feira (24), sete pessoas foram presas por suspeita de cometerem os crimes de crimes de receptação, porte ilegal de arma de fogo, furto qualificado pelo concurso de pessoas e abuso de confiança, através do furto e venda de cabos de energia elétrica no município de Pinheiro, no interior do Maranhão. Entre os suspeitos, se encontravam cinco funcionários da empresa Equatorial Energia.

A polícia recebeu informações sobre um caminhão da Equatorial Energia estar circulando por um povoado do município de Pinheiro.

Foram apreendidos juntamente dos suspeitos cerca de mil quilogramas de cabos de energia de alumínio, uma arma de fogo, munições e mais de R$ 7 mil.

As prisões foram realizadas pela Polícia Civil, através da 5ª Delegacia Regional de Pinheiro, com apoio da Polícia Militar do Maranhão (PMMA).