Durante a tarde da última terça-feira (9), dois caminhoneiros foram baleados em frente a Delegacia Regional da Polícia Civil de Balsas, a 800 Km de São Luís. Tanto as vítimas dos tiros, dois irmãos que moram em Palmas/TO, quanto o atirador foram vítimas de um anúncio clonado na OLX.

Os irmãos são Valdir e Carlos, ambos tentavam vender um caminhão no site pelo valor de R$ 130 mil, porém o anúncio deles foi clonado por um estelionatário do estado de São Paulo. O comprador do Caminhão, identificado como José Maranhão, entrou em contato e realizou o pagamento, pensando que estava falando com os verdadeiros proprietários, mas estava no anúncio clonado.

Após realizar o pagamento e não receber o caminhão, José Maranhão entrou em contato com os irmãos e os dois foram a Balsas tentar resolver a situação e entender o que aconteceu. Ao chegar na cidade, os dois irmãos proprietários do caminhão e o comprador foram até a delegacia pra registrar um boletim de ocorrência sobre o caso. Entretanto, na saída da delegacia, o irmão de José Maranhão, comprador do caminhão, Victor Maranhão, iniciou uma discussão os caminhoneiros que terminou com a efetuação dos disparos.

Os caminhoneiros estão internados em estado grave.

“As duas pessoas foram vítimas do golpe, em que um anúncio de venda de um bem, nesse caso foi um caminhão, é clonado por um estelionatário, que passa a negociar o bem como se tivesse a propriedade do bem e passa a conduzir o negócio. Quando a pessoa vai fazer o pagamento achando que estava fazendo o pagamento na conta do proprietário do veículo, no caso o caminhão, na verdade cai na conta do estelionatário que, geralmente, está em outro estado. Dessa maneira houve um desentendimento entre as partes, e uma dessas partes, que foi a que fez o pagamento e não pôde ter a posse do bem, que é o caminhão, acabou cometendo esse fato criminoso”.

Depois de efetuar os disparos, Victor Maranhão roubou uma moto para realizar a fuga e até o momento permanece foragido.