A Comarca de Vara Única de Esperantinópolis, no Maranhão, julgou duas vezes um mesmo homem — e o condenou em ambos os casos. As sessões do Tribunal do Júri ocorreram em 25 e 29 de setembro deste ano.

No primeiro julgamento, o homem foi condenado a 16 anos e meio de prisão em regime inicial fechado. Ele é acusado de ter matado um rapaz a tiros. O crime teria ocorrido em janeiro de 2015.

No julgamento posterior, o réu foi condenado a 13 anos de prisão, também em regime fechado. O segundo crime teria ocorrido em fevereiro de 2015.

De acordo com a denúncia, criminosos armados, entre ele o paciente julgado em duas ocasiões, teriam matado, também a tiros, um homem que trafegava de moto. Com informações da Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça do Maranhão.