Incêndio atinge a Catedral de Notre-Dame, em Paris

Um grande incêndio atingiu nesta segunda-feira (15) a catedral de Notre-Dame, em Paris, um importante símbolo da cidade. A “flecha”, torre mais alta da catedral, desmoronou, mas a estrutura do prédio foi salva, segundo os bombeiros.

Um bombeiro ficou gravemente ferido durante o combate ao incêndio, de acordo com a agência Reuters.

O fogo foi relatado primeiro por usuários em redes sociais. Não está claro ainda o que o causou, mas ele pode estar relacionado a uma obra que vinha sendo feita no telhado. A emissora France 2 disse que a polícia está tratando o caso como um acidente.

A polícia isolou a área e retirou os turistas que estavam dentro da catedral. O acesso à Île de la Cité, onde fica a Notre-Dame, foi completamente fechado.

Reconstrução

O presidente francês, Emmanuel Macron, ao lado do primeiro-ministro, Edouard Philippe, e do Arcebispo de Paris, Michel Aupetit, fala em frente à Catedral de Notre-Dame, em Paris, na segunda-feira (15) — Foto: Reuters/Philippe Wojazer/Pool

Em um pronunciamento em frente à catedral, o presidente francês Emmanuel Macron disse que Notre-Dame será reconstruída. Ele também elogiou a coragem extrema e o profissionalismo dos bombeiros.

“Nós vamos reconstruir essa catedral, todos juntos. Uma campanha nacional vai ser lançada, e para além das nossas fronteiras. Nós faremos um chamado aos maiores talentos, que serão muitos e virão para reconstruir nossa Notre-Dame.” – Emmanuel Macron

“A Notre-Dame de Paris é nossa história, nossa literatura, nosso imaginário. O lugar onde nós vivemos nossos grandes momentos, nossas epidemias, nossas guerras, nossa libertação”, acrescentou Macron, que disse também que seus pensamentos estão com os católicos e com os parisienses.

“As próximas horas vão ser difíceis… mas o pior foi evitado”, afirmou ele, lembrando que não houve vítimas.

“Quero dar uma palavra de esperança a nós todos. Essa esperança é o orgulho que devemos ter. Orgulho por todos que evitaram o pior: nossos bombeiros”, afirmou o presidente.

‘Tudo está queimando’

O porta-voz da Notre-Dame, Andre Finot, explicou que a estrutura da “charpente” da catedral, um quadro interno construído parte no século 13 e parte no século 19, queimou completamente, e que “não deve sobrar nada” dessa parte. Segundo ele, o fogo teve início por volta das 18h50 em Paris (13h50 do horário de Brasília).

Após mais de quatro horas de trabalhos, o chefe dos bombeiros de Paris, Jean-Claude Gallet, informou que a estrutura da catedral foi finalmente declarada salva. “Podemos considerar que a estrutura da Notre-Dame está a salvo e totalmente preservada”, afirmou, segundo a France Presse.

Imagem retirada de tela de TV mostra visão aérea da Catedral de Notre-Dame, em Paris, durante incêndio na segunda-feira (15) — Foto: Stringer/AFP

Obras de restauração

Uma grande operação com 400 bombeiros foi montada para controlar as chamas, que afetaram sobretudo a torre central da catedral, visitada por milhares de pessoas todos os dias.

Testemunhas no local também relataram chamas saindo das duas torres dos sinos.

O incêndio pode estar ligado às obras que vinham sendo feitas no telhado do edifício. Recentemente, as estátuas que ficavam no telhado foram removidas para a restauração, e a torre central estava rodeada por um andaime. Uma parte dela caiu em meio às chamas.

Segundo o jornalista Nicolas Delesalle, da revista francesa “Paris Match”, todas as obras de arte da catedral foram salvas. “O tesouro da catedral está intacto, a coroa de espinhos, os santos sacramentos”, escreveu. A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, postou em uma rede social uma foto que mostra algumas das obras protegidas em um salão.

Famosa no mundo todo

Catedral de Notre-Dame

Situada na pequena ilha chamada Île de la Cité, em Paris, a catedral fica rodeada pelas águas do rio Sena. Não é a igreja mais antiga, nem a maior ou a mais alta do mundo, mas certamente é uma das mais famosas.

Testemunha dos mais importantes eventos na história da França, desde sua fundação a catedral testemunhou o nascimento de 80 reis, dois imperadores e cinco repúblicas. Ela também assistiu à participação da França em duas guerras mundiais.

Segundo a rede BBC, suas famosas gárgulas, que protegem a construção contra espíritos malévolos, testemunharam glórias e tragédias ao longo dos séculos. A Notre-Dame, por exemplo, foi saqueada e quase demolida durante a Revolução Francesa.

Mas o monumento, erguido em homenagem a Nossa Senhora – daí o nome, Nossa Senhora de Paris –, sobreviveu a tudo isso.

História da Catedral de Notre-Dame

A catedral começou a ser construída em 1163 e só foi concluída 180 anos depois.

Mesmo antes de terminada, a obra em construção já atraía cavaleiros medievais que, durante as Cruzadas, iam à Notre-Dame rezar e pedir proteção antes de partirem para o Oriente.

Em 1431, com as obras já concluídas, foi entre suas paredes que um menino de dez anos, de saúde delicada – Henrique 6º, da Inglaterra –, foi coroado rei da França.

E em 1804, ao som dos tubos do grande órgão da catedral, Napoleão foi coroado imperador dentro dela.