Dois jovens integrantes de facção criminosa acabaram morrendo brutalmente neste final de semana na capital. Uma das vítimas teve parte de seu corpo carbonizado e abandonado em uma área de matagal.

A primeira morte ocorreu na sexta-feira (21), o jovem identificado como Cauê Vicente Mota Coelho, de 18 anos, estava na Rua da Paz, próximo ao condomínio Pedra Caída, no Angelim, quando dois suspeitos que estavam em um veículo chegaram atirando. Ele acabou morreu no local com vários tiros no corpo.

No domingo (21), de acordo com as investigações da Superintendência de homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), para se vingar da morte do amigo, membros de facção rival mataram o jovem identificado como Arinelson Campos Barreto, de 18 anos, no bairro do Bequimão, em uma localidade conhecida como Poeirão.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi brutalmente agredida pelos suspeitos. O jovem foi atingido com tiros e facadas, teve parte do seu corpo queimado e foi abandonado em uma área de matagal no fundo da Associação dos Moradores do bairro.

Após o ocorrido, quatro suspeitos de terem participado do crime foram presos por policiais militares do Batalhão de Choque. Os suspeitos estavam em um apartamento no Poeirão, também conhecido como Carandiru, que é uma construção abandonada numa região conhecida como Península do Ipase.