Justiça bloqueia bens e afasta vereadores por desvio de dinheiro da Câmara de Bom Jardim, no MA

Justiça bloqueia bens e afasta vereadores por desvio de dinheiro da Câmara de Bom Jardim, no MA

Antônio Cesarino e a esposa Ana Lídia Cesarino são suspeitos de desviar mais de R$ 100 mil dos cofres da Câmara de Vereadores de Bom Jardim (MA)

O juiz Bruno Barbosa Pinheiro determinou o bloqueio dos bens do casal Antonio Gomes da Silva (Antonio Cesarino) e Ana Lídia Sousa Costa (Ana do Cesarino). Na mesma decisão, o juiz afastou Cesarino e Manoel da Conceição Ferreira Filho, o Sinego (PRB), dos cargos de vereadores do Município de Bom Jardim, a 184 km de São Luís.

Segundo o Ministério Público, Antonio Cesarino e a esposa, Ana do Cesarino, teriam desviado cerca de R$ 100 mil dos cofres da Câmara Municipal de Bom Jardim. Após serem investigados, o casal e outros três réus teriam produzido provas falsas para forjar uma destinação legal do dinheiro.

“Eles começaram a forjar documentos falsos com o intuito de provar que o dinheiro desviado (108 mil reais) teve o destino correto. Eles fizeram recibos falsos como se os funcionários tivessem recebido valores e botavam os próprios funcionários para assinar. Eles estavam sendo coagidos para assinar recibos de hoje como se estivessem recebido valores em 2014, sendo que muitos nunca haviam recebido dinheiro”, declarou o promotor de Justiça, Fábio Santos Oliveira.

Por conta do crime, Cesarino (PROS) foi preso e continua na Unidade Prisional de Santa Inês por suspeita de atrapalhar as investigações.

Outros processos

Em 2015, Cesarino chegou a ser preso na “Operação Éden” da Polícia Federal, que investigou desvios de verbas da educação referentes a merenda escolar e reforma de escolas de Bom Jardim. Tempos depois, em junho de 2019, Cesarino também foi condenado à prisão por ludibriar agricultores quanto à obtenção de empréstimos de um programa de financiamento rural.

De acordo com as investigações do Ministério Público, Antônio Cesarino, em parceria com outras pessoas, cometeu diversos crimes como falsificação de documentos públicos e particulares, estelionato simples e qualificado, além de lavagem de dinheiro.

 

Visite:

Deixe uma resposta