Um maqueiro de um hospital de São Luís, identificado como Klemilson de Oliveira Correa, conhecido popularmente como Gordão ou Dida Marley, foi preso na noite de segunda-feira (21), acusado de repassar informações a integrantes de uma facção criminosa sobre a internação de paciente identificado como Galego membro de uma facção.

Em posse das informações repassadas pelo maqueiro, um bando pretendia matar o paciente identificado como Galego, logo após que ele deixasse o hospital. Galego havia sido baleado no último sábado na área Itaqui-Bacanga, e estava internado em uma unidade de saúde municipal, no centro da cidade.

O marqueiro foi autuado pelo crime de organização criminosa e encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.