O médico veterinário suspeito de assassinar a tiros um empresário dentro de uma clínica veterinária no bairro Monte Castelo, em São Luís, se entregou à Polícia Civil na tarde desta sexta-feira (11).

Em depoimento, o médico veterinário Daniel Leite Cardoso, de 35 anos, confessou a autoria do crime.

A polícia havia expedido um mandado de prisão temporária de 30 dias contra o suspeito. Segundo a polícia, ele chegou à sede da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), acompanhado de um advogado e entregou a arma usada no homicídio. O revólver possui registro.

Após prestar depoimento, Daniel Leite Cardoso foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) para a realização de exames de corpo de delito. Em seguida, ele foi levado para o Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.
O caso ainda continua sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Área Oeste de São Luís.