O Ministério Público do Maranhão (MP-MA), através da Promotoria de Justiça de Tutóia, requer o afastamento e a perda da função pública do vereador, Raimundo da Silva Monteiro, vulgo Raimundo Sintraf, por ato de improbidade administrativa. Contra ele pesa gravíssimas acusações de extorsões.

De acordo com a denúncia apresentada ao MP, o vereador exigia parte do salário do secretário municipal de Agricultura, Samuel de Moura Sousa, cerca de R$ 2.000,00, sob ameaça de exonerar o secretário do cargo. Samuel teria sido uma indicação do vereador para ocupar o cargo,  desde que tinha assumido a Secretaria de Agricultura, ele estaria repassando metade do salário ao vereador até a data que teria feito a denuncia.

Diante das provas apresentadas o Ministério Público, requer o ressarcimento integral do dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, proibição de contratar com o Poder Público, além do pagamento de multa.