“Morro em pé, mas não ajoelho”, diz Astro de Ogum aos “inimigos”

“Morro em pé, mas não ajoelho”, diz Astro de Ogum aos “inimigos”

Astro de Ogum (PL)

O vereador de São Luís, Astro de Ogum (PL), foi solto no início da tarde desta quinta-feira (12) após o pagamento de fiança. Ele foi preso após a policia encontra uma arma de fogo em sua residência, durante uma operação que investiga crimes de pedofilia e extorsão contra dois de seus assessores.

De acordo com o delegado Armando Pacheco, o valor da fiança foi de dois salários mínimos. Raimundo Costa Filho e Raíssa Martins Mendonça, assessores do vereador, continuam presos por conta de uma decisão da Justiça e se encontram na sede da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), no Bairro de Fátima em São Luís.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, o vereador Astro de Oguz, bastante emocionado negou que tenha qualquer tipo de participação nos crimes de pedofilia que estavam sendo investigados. Além disso, ele afirmou que a arma que foi encontrada em sua residência não era sua.

“A polícia esteve realmente em minha casa, fez uma busca por dois assessores meus que inclusive não residem na minha casa. (…) O que eu posso dizer agora, explicar para a população agora, esclarecer melhor ainda é que eu não tenho participação em coisas que alguém está envolvido. Eu fui responder por uma arma que foi encontrada na minha casa e por sinal eu não sei de quem é. Paguei a fiança e estou de volta”, disse.

 

Visite:

Deixe uma resposta