Nesta quarta-feira (10), uma ação conjunta das polícias Militar e Civil, com o apoio do Centro Tático Aéreo (CTA), resultou na prisão de quatro suspeitos pelo sequestro de um médico, na cidade de Presidente Dutra, a 352 km de São Luís. O crime ocorreu no fim da tarde desta segunda-feira (08), quando o médico estava em seu carro e foi abordado pelo grupo, que estava armado.

O bando, composto de cinco pessoas, rendeu e sequestrou o médico. Em seguida, usando o carro da vítima, o suspeitos se dirigiram para o município de Santo Antônio dos Lopes. No entanto, horas depois do crime, uma equipe do 18º BPM passou a acompanhar o grupo que, percebendo a presença da guarnição, abandonou o veículo e levou o refém para a mata.

Os policiais também descobriram que o bando teve ajuda de um outro carro (modelo Ranger), roubado uma semana antes, na cidade de Teresina, que estaria sendo usado para resgatar os integrantes que ainda estavam escondidos. Após algumas diligências, a polícia conseguiu interceptar o carro e prender um casal.

Em depoimento, os suspeitos confessaram os crimes e a participação em uma facção criminosa conhecida da região. Segundo eles, os carros roubados seriam levados para Teresina.

Informações policiais revelam que dois integrantes do grupo possuem mandados de prisão preventiva em aberto. O outro envolvido no sequestro do médico conseguiu escapar, mas já foi identificado. Os suspeitos são naturais dos municípios de Pedreiras, Timon e Teresina.