A Polícia Federal deflagrou entre os dias 24 e 25 de Setembro, a Operação “Ybyra Cicue”, com a cooperação do MPF, IBAMA e Polícia Ambiental da PMMA, na Terra Indígena Araribóia, localizada nos municípios de Amarante do Maranhão e Arame, com o objetivo de desarticular grupo criminoso especializado em extração ilegal de madeira.

Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juiz da 8ª Vara Federal do Maranhão.

A ação, desenvolvida pela superintendência regional da Polícia Federal no Maranhão, contou com o apoio das superintendências regionais do Ceará, Piauí, Tocantins, Pará, Amapá, com o objetivo de colher provas da materialidade do crime e subsidiar as investigações.

As equipes efetuaram apreensões de diversos maquinários em duas serrarias, que foram embargadas e multadas pelo IBAMA, além de destruir dois caminhões “toreiros” que se encontravam no interior da Terra Indígena Araribóia, sendo utilizados na extração ilegal de madeira.

Os envolvidos foram conduzidos para Delegacia de Polícia Federal em Imperatriz (MA), onde foram indiciados por desmatamento e comércio ilegal de madeira, além de ameaça a indígenas e associação criminosa.

A expressão “Ybyra Cicue” vem do tupi-guarani e significa “árvore viva”.