A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Superintendência de Investigações Criminais – SEIC, em operação conjunta com as Delegacias Regionais de Bacabal e Pedreiras e com o apoio operacional do Centro Tático Aéreo (CTA) e do COSAR, frustou uma tentativa de sequestro contra funcionários de uma agência bancaria em Poção de Pedras.

Os presos foram identificados como Anderson da Silva Viana, vulgo dudu, Ronildo Freitas Mendes, conhecido como índio bravo, Moisés Lopes de Moraes, Pedro Alves Sousa Oliveira, vulgo pedrinho, Lucas Cardoso Assunção, Wanderson Aguiar da Luz, o juninho, e Cleidiane Cordeiro da Silva, a loura. Um menor de idade também foi apreendido.

O bando foi surpreendido pelos policiais no momento em que se preparavam para praticar o crime de extorsão mediante sequestro contra os funcionários.

Segundo a polícia, Anderson possui mandados de prisão pelas comarcas de Timon e Buriticupu e Ronildo é foragido da justiça do Estado do Pará e responde vários processos criminais naquele Estado.

O grupo foi encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas onde ficarão à disposição da justiça.