Na tarde deste sábado, (3), a população da pequena cidade de São Pedro da Água Branca, a 700 km de São Luís, foi às ruas para reivindicar seus direitos.

De acordo com os manifestantes a cidade está passando por uma verdadeira calamidade em todos os setores da administração pública; saúde, educação, segurança e infraestrutura.

De acordo com as informações enviadas à nossa redação, a saúde do município está “abandonada”. A falta de medicamentos e profissionais da saúde são constantes segundo eles.

A educação passa por um momento crítico, segundo informações, alunos estão sem ir à escola devido à falta de merenda constante, alunos estariam passando mal em sala de aula devido ao calor insuportável, devido às péssimas estruturas de algumas escolas, alguma salas não se tem nem mesmo ventiladores.

Além de salários atrasados dos servidores, a cidade está passando por um verdadeiro estado de calamidade pública.

“Hospital fechado e sem ambulância, um jovem se acidentou gravemente aqui, ficou quase 1 hora esperando socorro, teve que vim uma ambulância da cidade vizinha (Vila Nova) para levar o rapaz para Imperatriz, uma tristeza. É desesperador nossa situação, precisamos ter mais consciência no nosso voto, isso não é administração pública, recurso não Falta.” Desabafou um morador.

Entramos em contato com a prefeitura e até o exato momento desta matéria não houve resposta.