A prefeita de São João dos Patos, Gilvana do Zé Mario, é suspeita de fechar contratos milionários já nos seus últimos meses de mandato com objetivo de desviar recursos públicos.

Um dos contratos chama atenção pelo valor de mais de meio milhão para compra de livros didáticos, mesmo sem ter aulas nas escolas do município. O contrato foi assinado em 25 de novembro com valor de R$ 547.180,00, já no fim do mandato da gestora.

O outro contato no valor de R$ 627.187,50 com indícios de superfaturamento, é referente à compra de máscaras, álcool em gel e diversos outros materiais hospitalares usados no combate da Covid-19. Diversos itens estão com superfaturamentos de quase 500% em seus preços, indicando possíveis desvios de recursos federais.

Caso seja feita uma denúncia ao Ministério Público Federal e na Polícia Federal, ficando comprovado o superfaturamento para desvio de recursos públicos, a prefeita, dono da empresa e a secretária de saúde, podem ir parar atrás das grades. Essa é apenas uma das prefeituras onde a empresa tem faturado cifras milionárias.

Em uma rápida busca na internet, encontramos diversos produtos com o preço bem abaixo do valor pago pela Prefeitura de São João dos Patos a empresa. Lembrando que os valores pesquisados e encontrados pela nossa equipe, são da internet e mesmo assim, é possível notar os valores elevados que foram pagos pela prefeitura. Ou seja, mesmo comprando direto do fornecedor, a gestão pagou em alguns produtos quase que o triplo do valor de mercado.

Confira abaixo alguns desses superfaturamentos: 

Álcool em gel 70% de 1 L – INDAGEL – VALOR DA INTERNET: R$ 19,90 – VALOR PAGO PELA PREFEITURA: R$25,00
Avental Descartável – – VALOR DA INTERNET: R$ 2,59 – VALOR PAGO PELA PREFEITURA: R$8,75
Máscara tripla descartável – VALOR DA INTERNET: R$ 30 em uma caixa com 50 unidades; valor unitário: R$ 60 centavos a unidade – VALOR PAGO PELA PREFEITURA: R$ 3,90 na unidade
Máscara Proteção N95 – VALOR DA INTERNET: R$ 5,89 – VALOR PAGO PELA PREFEITURA: R$20,00