O candidato do Partido Republicano da Ordem Social, Yglésio Moyses, que tem como candidato a vice-prefeito o Dr. Mauro Cesar, utilizou as suas redes sociais para a apresentar, oficialmente, um programa que vai permitir às pessoas de baixa renda, deficientes físicos e seus acompanhantes, além de outros grupos utilizarem o transporte público de São Luís para deslocamento gratuito até a unidade de saúde, onde precisarem se consultar.

“Estamos falando do ‘Venha Bem’. É um programa que, com base nas conversas que tive, principalmente, com mães de comunidades carentes da capital, vai permitir que consultas importantes não deixem de serem realizadas por falta da passagem do ônibus, algo que já presenciei inúmeras vezes na minha carreira como médico do SUS”, explicou. “Meus pacientes dão sempre a mesma resposta: Doutor, ou eu como ou eu venho pra cá”, concluiu.

O Venha Bem funcionará da seguinte forma:

Os pacientes do SUS serão cadastrados no banco de dados próprio do Venha Bem, que estará vinculado ao sistema do SET (Sindicato das Empresas de Trânsito e Transportes de São Luís). A partir disso, o paciente terá em mãos, o aplicativo ou um serviço de telefone que, inclusive, consta no plano de governo do Yglésio Moyses, por meio do qual poderá marcar sua consulta.

É importante destacar que, nesta etapa, entra o programa Fila Única do SUS, outro programa do Yglésio Moyses, assegurando ao paciente de que ele não precisará, necessariamente, aguardar uma vaga em uma unidade de saúde especifica. Onde haver vagas e menos tempo de espera, será direcionado pelo sistema do programa.

Com a marcação da consulta, o SET (Sindicato das Empresas de Trânsito e Transportes de São Luís) será informado e, naquele dia, durante o dia todo, o paciente e seu acompanhante, estando este previamente cadastrado, terão a passagem de ida e volta garantidas pela prefeitura, por meio do Programa Venha Bem.

Perguntado sobre a viabilidade do programa o candidato respondeu o seguinte. “Hoje, a prefeitura não faz sua parte no transporte público e quem o usa é quem o financia. As gratuidades, as meia-passagens não recebem subsídio da prefeitura e é por isso que as passagens estão cada vez mais caras. O Venha Bem tem viabilidade porque, à frente da prefeitura, nós subsidiaremos o transporte público não só pra isso, mas para diminuir o valor da tarifa praticada hoje, a qual inviabiliza a locomoção das pessoas ás unidades de saúde”, concluiu o candidato.

O Venha Bem terá um cartão semelhante ao comumente utilizado pelos usuários do transporte público, mas, possivelmente, terá seus efeitos vinculados a eles como forma de economia e proteção ao meio ambiente.