Quinze mortes violentas foram registradas na Região Metropolitana de São Luís entre a última sexta-feira (19) e a noite desse domingo (21).

Na sexta-feira (19) pela manhã, por volta das 7h, na Vila Palmeira, Genilson Câmara de Oliveira, de 26 anos, foi baleado e morreu à tarde no Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I).

Por volta das 18h55, no bairro Sá Viana, Mateus Breno Galvão Silva, de 23 anos, foi morto com vários tiros. Ele estava em um carro com uma mulher quando outro veículo se aproximou e, de lá, partiram os disparos contra Mateus.

Na Vila Cascavel, por volta das 19h, Vanderson Matos de Sousa, conhecido como “Quatro Quilos”, de 20 anos, foi assassinado com três tiros, na cabeça, no peito e nas costelas.

Já por volta das 22h20, Arllyson Correa Cardoso, de 22 anos, foi alvo de dois disparos na cabeça e no braço, no bairro Monte Castelo. Ele também não resistiu.

No Anjo da Guarda, Wanderson Abreu, conhecido como “Baladão”, de 33, foi assassinado a tiros por dois bandidos em uma moto.

Um adolescente de 13 anos identificado como Robson Júnior Sousa Batalha, foi morto por criminosos que estavam em um veículo prata. O caso foi registrado no Conjunto São Raimundo.

No São Cristóvão, uma vítima não identificada, foi morto com um tiro nas costas, por volta das 21h30.

No sábado, um caso de homicídio que chamou atenção foi do vigia Newton Rocha Mendes. Ele foi morto em uma construção na avenida General Arthur Carvalho, região do Miritiua – Turu.

Ainda no sábado foram mortos a tiros Talisson Rodrigo Pereira, de 22 anos, no bairro Liberdade; Daniel Cantanhede Coelho, na Cidade Olímpica; e Airton César Carvalho Pereira, na Vila Embratel.

No domingo (21), um pastor evangélico foi morto quando se dirigia da igreja para sua casa, no bairro Moropoia, em São José de Ribamar. Josiel Pereira da Luz, de 30 anos, foi morto por bandidos que chegaram em um carro.

Também foram assassinados a tiros Saulo Aguiar, de 17 anos, no bairro Coroadinho; Jordan Rocha Melo, de 24, na Matinha do Itapera; e Arlisson Vinicius de Oliveira, de 19, que estava internado no Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I).