Após quase dois anos, Ruy Scarpino retorna ao Moto Club com a missão de montar uma equipe competitiva para a temporada 2019 e tentar reviver o bom ano de 2016, quando foi campeão maranhense e levou o Rubro-Negro ao acesso a série C.

Se realmente tiver carta branca na montagem do elenco, Ruy certamente priorizará  a formação de uma defesa mais sólida, marca registrada dos trabalhos por onde passou mas deve dar atenção especial ao setor ofensivo, já que em 2018 foi o ponto fraco do Rubro-Negro.

O Moto passará o resto de 2018 praticamente sem nenhuma atividade, tempo suficiente para Ruy, com tranquilidade, buscar contratações pontuais em todos os setores e montar efetivamente uma equipe forte e que não seja apenas coadjuvante, principalmente na Copa do Nordeste e nas competições nacionais que disputará ano que vem.

Com o calendário cheio no primeiro semestre de 2019, seria importante a diretoria Rubro-Negra fazer algo inédito em sua gestão: um planejamento minimamente decente. Se não atrapalhasse, já seria um grande avanço, mas com todo o resto de 2018 por vir, seria de grande valia ja começar a se mexer para que os torcedores motenses não tenham mais um ano melancólico na próxima temporada.

 

Fonte: Futebol Maranhão