Secretários e familiares de Mazinho Leite, prefeito de Cândido Mendes, preso recentemente com quase meio milhão em dinheiro vivo durante uma operação do Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco),  já estão comemorando antecipadamente uma suposta vitória no Tribunal de Justiça do Maranhão.

A defesa do gestor que segue preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, já realizou diversas tentativas em primeira instância para obter liberdade. Agora, a defesa de Mazinho Leite tenta um Habeas Corpus no TJ-MA e seus familiares e amigos já estão contando com a impunidade.

A prisão do gestor ganhou repercussão na imprensa nacional, devido a grande quantidade de dinheiro encontrada na casa do gestor.