A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de matar o empresário Bruno Oliveira Viana, de 32 anos, na madrugada de segunda-feira (7) próximo ao Estreito dos Mosquitos, na entrada de São Luís.

Segundo a polícia, o homem, que não teve o nome revelado pela polícia, foi reconhecido por fotos. Agora, a polícia também apura a participação de outro homem no assassinato, que tem características de latrocínio (roubo seguido de morte).

De acordo com as investigações, Bruno estava com a esposa saindo de Rosário e indo para São Luís quando foi perseguido por dois homens em uma moto. Eles atiraram várias vezes no veículo onde Bruno estava, sendo que um dos tiros atingiu o peito.

Após o carro parar, os criminosos roubaram os celulares de Bruno e sua esposa, mas depois fugiram por uma região de matagal, sem levar o veículo.

A esposa de Bruno conseguiu levar o carro até um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), mas ele faleceu antes que pudesse ser socorrido. Bruno era empresário do ramo de hortifruti e morava em São Luís.