A Polícia Civil do Maranhão, prendeu nesta quinta-feira(27), na cidade de Marabá no Pará, um homem de iniciais A.M., vulgo GARROTE, pelo crime de Extorsão Mediante Sequestro, na modalidade conhecida como “sapatinho”.

A prisão foi realizada pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), através dos Departamentos de Combate ao Crime Contra Instituições Financeiras (DCRIF) e de Combate aos Crimes Tecnológicos (DCCT), com equipe que se deslocou ao estado do Pará.

Esse tipo de crime que ocorre quando o alvo da ação criminosa é um funcionário de instituição financeira, forçado a retirar valores da própria instituição em que trabalha.

O preso hoje é suspeito da prática dessa modalidade criminosa contra funcionários do Banco Bradesco nas cidades de São Domingos, Bacabal e Paraibano, todas no estado do Maranhão.

Conforme informações da SEIC, o suspeito preso ontem é considerado líder de um grupo criminoso e está sendo investigado pela Superintendência desde o final do ano de 2019, quando praticou essa modalidade criminosa na cidade de Bacabal.

No mesmo de julho deste ano o indiciado chegou a sequestrar um dos gerentes do banco do Brasil de São Domingos do Maranhão, mas ele não era o responsável pelo cofre do banco e foi liberado. Duas semanas depois ele fez o “sapatinho” (extorsão mediante sequestro) do gerente do Bradesco de Paraibano, consumando o crime.

Após o cumprimento do Mandado de Prisão Preventiva expedido pelo juízo criminal da Comarca de Bacabal, o preso foi encaminhado ao Sistema Penitenciário onde permanecerá à disposição da justiça.