Na madrugada deste sábado (24), Natasha Nascimento, de 29 anos, que havia sido agredida enquanto voltava de uma festa em São Luís Gonzaga, morreu no Hospital Dr. Carlos Macieira, em São Luís.

O caso aconteceu há pouco mais de um mês. Natasha Nascimento estava internada na capital maranhense há duas semanas. A causa da morte ainda não foi divulgada, mas o estado de saúde dela era considerado grave.

Entenda o caso

Natasha Nascimento foi espancada por cinco pessoas enquanto passada pela BR-316, no município São Luís Gonzaga. A vítima voltava de uma festa. Ela teve seis costelas quebradas, o maxilar descolado e várias fraturas pelo corpo.

Dois homens e três mulheres foram apontados como principais suspeitos. A mãe de Natasha, Delsina Nascimento, relatou que a filha sempre enfrentou desafios por conta da orientação sexual e que temia pela segurança da família.

Após o crime, a Comissão de Diversidade Sexual e de Gênero da Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão (OAB-MA), afirmou que estava acompanhando o caso e que ele pode ser enquadrado como crime de transfobia.