A Universidade Federal do Maranhão (UFMA) afastou o professor de química do Colégio Universitário (Colun), Francicarlos Veras Cardoso. Em uma Portaria, a reitora da UFMA, Nair Portela, determinou o afastamento por 120 dias diante de um processo administrativo que apura várias denúncias de assédio sexual por parte do professor.

De acordo com as denúncias de alunos e ex-alunos do Colégio Universitário, o professor costumava assediar alunas, prometendo boas notas em troca de sexo. Os casos teriam ocorrido até 2017, quando cerca de 15 alunas o denunciaram e pediram o afastamento dele.

“Na minha sala, os alunos faziam uma ‘barreira’ de cadeiras na frente e as meninas sentavam atrás. Qualquer tipo de contato era evitado. A gente ia para a escola com medo e nos dias de aula dele era dia de pânico. Passar por ele no corredor era tortura”, contou uma aluna em uma postagem na internet.

Nas redes sociais, um grupo composto por atuais e ex-alunos do Colun criou um movimento para que o Francicarlos não volte a dar aulas no colégio. 

Nas redes sociais, alunos e ex-alunos do Colun pedem que o professor Francicarlos seja afastado definitivamente — Foto: Reprodução/Redes sociais