O vereador de Imperatriz, Pastor Alex Silva e presidente do PL no município, é acusado pelos próprios colegas de parlamento de fraudar documentos oficiais da Câmara Municipal. De acordo com a denúncia, ele teria alterado as composições dos membros de algumas comissões permanentes, mesmo após elas terem sido aprovadas.

O suposto crime segue agora para análise na Comissão de Ética da casa legislativa, caso seja comprovado, ele deve perder o seu mandato.

Alex Silva é um dos homens de confiança do presidente estadual do Partido Liberal (PL) no Maranhão, deputado federal Josimar de Maranhãozinho, que foi recentemente alvo da operação ‘Descalabro’ da Polícia Federal, acusado de desviar cerca de R$ 15 milhões da saúde entre abril e dezembro de 2020, através de emendas parlamentares.