O assassino do cabeleireiro Antônio Flávio de Sítio Novo, foi preso nesta sexta-feira (11) no Estado do Pará. Ele foi identificado como Moisés e é primo da vítima.

De acordo com informações, Moisés foi preso em uma fazenda na cidade de Pacajá, onde arrumou emprego logo após matar a facadas o próprio primo. Ele confessou o crime e disse que a motivação foi por causa de uma dívida antiga.

Moisés foi preso graças a um mandato de prisão preventiva da Comarca de Montes Altos. Ele foi transferido do Pará para cidade de Imperatriz onde permanecerá preso.

Flávio estava desaparecido desde o dia 30 de maio quando saiu para comprar uma moto. O seu corpo só foi encontrado nesta quinta-feira (10) às margens da BR-226 em Grajaú.