O setor da construção civil é um dos poucos que se mantiveram em crescimento durante a pandemia. Com o aumento das reformas imobiliárias neste período, um espaço vem conquistando cada vez mais o interesse das pessoas: o famoso “puxadinho”. Mas antes da construção, é necessário conhecer e seguir a legislação que define os limites de distanciamento da rede elétrica que interferem diretamente nesse tipo de cômodo localizado na parte superior dos imóveis, sobretudo pelos riscos de acidentes.

As normas se aplicam em todas as etapas da obra, que vai desde os projetos técnicos ou arquitetônicos, incluindo elétricos, sanitários e de estruturas. Para manter a segurança, também são necessárias autorizações dos órgãos fiscalizadores, como as prefeituras e os conselhos de Engenharia e Arquitetura, para que haja um planejamento e distanciamento seguro dos imóveis em relação a rede elétrica. Qualquer tipo de obra, estando ela em andamento ou finalizada, deve ter na sua regularidade, no mínimo, 3 metros de distância dos fios dos postes.

“Inúmeros são os perigos na hora de realizar serviços envolvendo eletricidade em puxadinhos, ficar atento aos mínimos detalhes na obra é indispensável para garantir a segurança de todos. Por isso, na hora da construção é importante ter atenção redobrada, principalmente quando precisar utilizar barras de ferro, calhas metálicas, réguas de reboco, vergalhões e outros tipos de materiais metálicos, que podem transmitir a corrente elétrica da rede e ocasionar sérios acidentes.”, afirma Larissa Barreto, Executiva de Segurança do Trabalho da Equatorial Maranhão.

A Distribuidora intensificou as fiscalizações e notificações em obras e construções em desacordo à distância segura em relação à rede de energia. “Com o aumento eminente do número de acidentes em obras, reformas e puxadinhos, é importante que tanto os clientes quanto os profissionais de obra sigam algumas medidas de segurança. Só assim o ambiente será seguro para os envolvidos e a obra será concluída com eficiência, livre de acidentes’’, declara Larissa.

Confira algumas dicas de segurança durante reformas ou construções:  

  • Evitar manuseio de vergalhões, calhas, barras de ferro, canos e outros tipos de materiais próximos à rede elétrica, pois estes podem ser condutores de energia quando próximos à rede;
  • Optar pelo uso de tapumes, telas ou plataformas com anteparo, pois estas proteções ajudam a isolar a área de construção, podendo evitar aproximação de materiais ou estruturas próximo à rede elétrica;
  • Em casos de acidentes elétricos, orienta-se a desligar o disjuntor ou a chave geral e ligar para emergência no 193 ou 192. Se o acidente for em via pública, além das orientações já mencionadas, é preciso acionar a Equatorial Maranhão pelo telefone 0800 082 0196 para que seja feito o desligamento da energia.

As distâncias recomendadas – As construções de mais um pavimento nas casas devem ser planejadas observando sempre a localização da rede elétrica e o tipo de material que vai ser utilizado nas obras. Uma orientação prévia dos trabalhadores para esse cuidado é muito válida logo no início dos trabalhos.

Há regras que devem ser cumpridas rigorosamente, se o imóvel possuir dois pavimentos e mais a sacada, a distância de segurança aumenta para 3,0 metros. Geralmente esses espaços costumam ter lajes, janelas e sacadas, por isso é muito importante que a fiação elétrica esteja longe, principalmente quando há a presença de crianças.