A atleta estreitense, Marya do Carmo da Conceição Pereira, vai receber o apoio financeiro da Federação Mundial de Badminton (BWF), para disputar um torneio internacional.

Marya do Carmo é de Estreito e foi vice-campeã em um dos maiores eventos esportivos do mundo para pessoas com deficiência no ano de 2019 em São Paulo. Ela foi a primeira aluna do município a participar e conquistar uma medalha em uma Etapa Nacional Escolar em Olimpíadas na época.

No ano de 2019 a jovem contou com apoio da Prefeitura Municipal de Estreito, ainda na ex-gestão. Porém em 2021, a jovem não recebeu nenhum incentivo ou apoio financeiro da nova gestão.

Mesmo sem apoio da prefeitura, a jovem estreitense que é referência no país no esporte praticado por ela, foi contemplado para receber um auxílio financeiro da Federação Mundial de Badminton. Apenas duas jovens no Brasil foram contempladas com a quantia de 800 dólares, cerca de R$ 4.209, Marya foi uma delas.

Marya do Carmo: do interior do Maranhão para o mundo

 

A jovem atleta Marya do Carmo da Conceição Pereira, 16 anos, foi apresentada ao parabadminton pela primeira vez em 2019, pelo seu técnico Romilson Abreu. No mesmo ano, estreou nas Paralimpíadas Escolares, terminando como vice-campeã na disputa de simples SU5, ficando atrás apenas da atleta Mikaela Almeida, que poucos meses antes havia sido campeã dos Jogos Parapan-Americanos de Lima.

Atualmente morando na cidade de Estreito, interior do Maranhão (MA), a mais nova de três irmãs conta com o apoio de sua mãe, Marya de Jesus, que ficou desempregada em 2020 e dedica o tempo integral para acompanhar a filha na rotina esportiva.

– Estou numa felicidade só com a minha filha! Não tenho nem explicação. Pra gente que vem de uma origem humilde mas que sonha alto, esta é uma grande conquista. Agora vamos providenciar a documentação para ela poder viajar pois o resto é só alegria – falou Marya de Jesus com a CBBd, mostrando seu orgulho pela conquista da caçula.

Sobre a rotina atual de treinos, o técnico Romilson utiliza a quadra do colégio onde Marya do Carmo estuda.

– Os treinos acontecem 3 vezes por semana, às segundas, quartas e sextas, das 16h às 18h, nas dependências da quadra esportiva da escola. Diante da pandemia, a dificuldade foi manter as condições necessárias para evitar o contágio mas seguimos todos os protocolos sempre com álcool gel, garrafa de água individual e higienizando constantemente os equipamentos.