Na última terça-feira (23), a Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) aprovou o projeto de lei da deputada Mical Damasceno (PTB) que torna as atividades das igrejas e templos essenciais em períodos de calamidade pública no Maranhão.

A aprovação unânime aconteceu durante sessão remota da Alema. Segundo a proposta, fica vedada qualquer determinação de fechamento total dos referidos locais durante o período de calamidade pública, inclusive durante a pandemia de Covid-19.

“A aprovação do projeto de lei é uma conquista de todos nós, cristãos. Nós somos gratos a Deus por mais essa grande vitória. Entendemos que a igreja do Nosso Senhor Jesus Cristo não pode parar, especialmente nesse momento delicado que atravessamos. Nosso Senhor diz em sua palavra que ‘se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra”, afirmou a autora do PL.

De acordo com o PL, haverá limite de pessoas nos templos religiosos, conforme a gravidade da situação e desde que por decisão devidamente fundamentada pela autoridade competente. O texto segue agora para sanção do governador Flávio Dino.