Um bebê identificado como Carlos Eduardo Silva Sousa, de apenas um ano, morreu na madrugada desta sexta-feira (18) após um acidente que ocorreu durante uma ultrapassagem em local proibido na BR-316, na zona rural de Bom Jardim, a 275 km de São Luís.

No veículo estavam cinco passageiros, quatro adultos e o bebê. A avó do bebê, Adriana Nascimento da Silva, continua internada em estado grave no Hospital Macroregional de Santa Inês. As outras vítimas tiveram escoriações leves, por isso foram medicadas e liberadas.

O motorista do carro de lotação, Aldair Chaves Silva, permanece detido na Delegacia Regional. O veículo não tem placa vermelha, portanto não possui autorização para ser usado como táxi. Ainda no local do acidente, o motorista admitiu que não é taxista profissional.

O acidente ocorreu próximo à ponte sobre o Rio Pindaré, no território dos índios Guajajaras. O carro seguia de Santa Inês para Governador Newton Bello. De acordo com a PRF, o motorista do táxi tentou fazer uma ultrapassagem forçada quando surgiu um outro veículo no sentido contrário.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do táxi tentou fazer uma ultrapassagem forçada quando surgiu um outro veículo no sentido contrário. Para não bater de frente ele tentou voltar para o outro lado da pista e acabou sendo atingido por um caminhão que seguia no mesmo sentido.

O motorista do táxi não conseguiu manter o controle do veículo que saiu da pista. As vítimas foram retiradas do veículo pelos índios que prestaram os primeiros socorros até a chegada do Corpo de Bombeiros.