Uma falsa pesquisa sobre a Covid-19, supostamente realizada pelo Ministério da Saúde, tem sido usada como isca para clonar contas de WhatsApp via ligação telefônica. Casos similares já foram registrados em várias cidades do Maranhão, incluído como vítimas vários prefeitos e políticos maranhenses.

O Ministério informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que neste momento não existem pesquisas feitas pela pasta para acompanhamento de casos de Covid-19 em andamento. Também alerta que não solicita informações pessoais e nem envia códigos aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). “Caso receba solicitação de cadastro, o cidadão deve denunciar às autoridades competentes”, diz a nota.

De acordo com relatos ouvidos pela nossa Redação, as perguntas feitas pelo telefone são verossímeis, como, por exemplo, se a pessoa foi impactada pela doença e se tem casos próximos.

O golpe normalmente segue um roteiro parecido: por meio de um telefonema, uma pessoa se identifica como sendo do Ministério da Saúde e afirma se tratar de uma pesquisa sobre a Covid-19.

Após uma série de perguntas, o suposto funcionário afirma que, para dar sequência à entrevista, precisa confirmar o cadastro. Para isso, envia um código de seis dígitos via SMS e pede que o entrevistado informe os números. No entanto, esses dados são usados para registrar o número do WhatsApp da vítima em outro aparelho e, dessa forma, roubar a conta e contatos.

O mais comum é que, uma vez em posse da conta de WhatsApp, o golpista acione familiares e amigos da lista de contatos para pedir “empréstimos”. Ou seja, pedir dinheiro se passando pelo dono da conta de WhatsApp.

Muitos prefeitos no Maranhão e políticos já caíram no golpe.

Caso algum amigo ou parente tenha efetuado depósito na conta do autor do crime, a recomendação é registrar um boletim de ocorrência e indicar o nome da pessoa que fez o pagamento como vítima de crime de estelionato.

O próprio WhatsApp orienta que usuários nunca compartilhem o código de confirmação do aplicativo recebido por SMS com outras pessoas, nem mesmo com amigos ou familiares. Caso isso aconteça, a empresa recomenda que a pessoa notifique seus contatos.

Evite cair em golpe: saiba como cadastrar a verificação em duas etapas no whatsapp

Golpes envolvendo o WhatsApp tem se tornado cada vez mais comum no dia a dia. Criminosos desenvolveram diversas ações para aplicar golpes no aplicativo de conversas.

Para evitar algumas dessas ações e assim garantir a segurança da sua conta no WhatsApp, a plataforma desenvolveu um sistema de segurança chamado “verificação em duas etapas”.

Passo a passo para dupla verificação no WhatsApp

  1. Abra o WhatsApp;
  2. Toque no menu de três pontos e acesse as “Configurações”;
  3. Em “Conta”, escolha “Verificação/Confirmação em duas etapas”;
  4. Toque em “Ativar” e escolha uma senha seis dígitos para a conta do WhatsApp;
  5. Confirme o seu PIN (digite novamente o seu código pessoal);
  6. Informe um endereço de e-mail válido para caso esqueça seu código;
  7. Toque em “Avançar” e confirme seu endereço de e-mail, depois em “Salvar”.