O governador Flávio Dino (PCdoB) sancionou neste terça-feira (15), a lei estadual que cria o auxílio emergencial no valor de R$ 400, 00 para os catadores de materiais recicláveis.

O projeto de que propõe a criação do Programa de Renda dos Catadores Maranhenses, foi encaminhado para Assembleia Legislativa do Maranhão na última quarta-feira (11). O auxílio será pago para aqueles que comprove o rendimento mínimo – recolhimento de volume mínimo de resíduos sólidos para reciclagem. Além do auxílio será fornecido os equipamentos de proteção individual (EP’s).

Os catadores de materiais recicláveis, foi uma das categorias afetadas pela pandemia da Covid-19. Eles atuam nas atividades de coleta seletiva, triagem, classificação, processamento e comercialização de resíduos reutilizáveis e recicláveis, contribuindo de forma significativa para a cadeia produtiva da reciclagem e preservação do meio ambiente.

Pró-Catador

O projeto beneficia mais de 1.800 catadores de 19 cooperativas e associações, em 15 municípios do estado, estimulando a aplicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, promovendo a inserção social e inclusão socioeconômica.

Os catadores de resíduos sólidos atuam em atividades de coleta seletiva, triagem, classificação, processamento e comercialização de resíduos reutilizáveis e recicláveis, contribuindo de forma significativa para a cadeia produtiva da reciclagem e preservação do meio ambiente.

O anúncio foi feito pelo próprio governador em uma rede social. Veja abaixo o vídeo.