A Polícia Civil do Maranhão (PC-MA) prendeu um casal de 29 e 37 anos em São Luís, suspeito de aplicar golpes financeiros contra empresários, prefeitos e deputados estaduais por um aplicativo de mensagens. Ao todo, a dupla arrecadou mais de R$ 60 mil em cinco dias de operação.

As investigações apontam que a dupla integra um grupo suspeito de aplicar os golpes. Segundo a polícia, eles se passavam por autoridades públicas e empresários por em contas de WhatsApp e solicitavam transferências bancárias das pessoas que eram alvos dos golpes.

Em seguida, o grupo abria contas bancárias falsas e utilizava outras contas emprestadas por laranjas para receber os valores aplicados durante as fraudes.
As investigações contra o grupo criminoso continuam sendo realizadas no estado. Os suspeitos foram enquadrados pelos crimes tipificados nos artigos 171 c/c, 71 e 154 do Código Penal Brasileiro.

Após a prisão, os presos foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde vão permanecer à disposição da justiça.